Sony investe em produção de sensores de imagens, em meio a febre dos "selfies"

quarta-feira, 23 de julho de 2014 14:12 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A Sony disse nesta quinta-feira que investirá 35 bilhões de ienes (345 milhões de dólares) para aumentar a produção de sensores de imagem para smartphones e tablets, à medida que tenta conseguir mais pedidos de câmeras muito usadas para tirar "selfies".

A companhia japonesa disse que aumentará a produção de sensores CMOS em duas fábricas na ilha japonesa de Kyushu, enquanto conclui trabalhos noutra fábrica que comprou da Renesas Electronics no norte do país por um investimento total de 35 bilhões de ienes.

A Sony, que atualmente fornece sensores de imagem para a câmera principal do iPhone da Apple, disse que o investimento permitirá que ela eleve a produção em 13 por cento para 68 mil pastilhas por mês até agosto de 2015, um pouco mais perto de sua meta de médio prazo de 75 mil pastilhas.

Sensores de imagem são uma ponto forte da Sony, que lidera o mercado à frente da Omnivision Technologies, cujos sensores são usados principalmente em módulos frontais de smartphones, que geralmente têm especificações menos exigentes do que a câmera traseira principal.

A Sony disse à Reuters em março que buscava fornecer mais sensores para câmeras frontais para fabricantes de smartphones que querem melhorar a qualidade destas câmeras em resposta aos consumidores tirarem cada vez mais "selfies", ou autorretratos, além de chamadas por vídeo.

(Por Sophie Knight)