Microsoft diz que autoridades fizeram visitas súbitas a escritórios na China

segunda-feira, 28 de julho de 2014 12:12 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Autoridades do governo chinês fizeram visitas súbitas aos escritórios da Microsoft na China, disse uma porta-voz da companhia nesta segunda-feira, sem revelar os motivos para as inspeções.

A Administração Estatal para Indústria e Comércio da China, que, segundo notícias da mídia chinesa fez as visitas aos escritórios da Microsoft em Pequim, Xangai, Guangzhou e Chengdu, não quis dar comentários fora do horário comercial.

A Microsoft tem sido foco de um sentimento anti-tecnologia norte-americana na China desde que o ex-prestador de serviços da Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA, na sigla em inglês), Edward Snowden, revelou os abrangentes programas de espionagem, incluindo o Prism, que usava tecnologia de companhias norte-americanas para a ciberespionagem.

Em um comunicado via e-mail, a porta-voz da Microsoft declarou: "Buscamos desenvolver produtos que entregam os recursos, a segurança e a confiabilidade que os consumidores esperam e ficamos felizes de responder às perguntas do governo", mas não quis dar mais detalhes.

A maior companhia de softwares do mundo tem passado por tempos difíceis na China, incluindo um clamor feito pela mídia estatal por uma "punição severa" contra empresas norte-americanas de tecnologia por ajudar o governo dos Estados Unidos a roubar segredos e monitorar a China.

(Por Paul Carsten)