Francesa Iliad desafia Sprint pelo controle da T-Mobile

sexta-feira, 1 de agosto de 2014 10:23 BRT
 

PARIS/NOVA YORK, 1 Ago (Reuters) - A empresa de telecomunicações francesa Iliad fez uma oferta surpresa de compra da T-Mobile, criando uma potencial disputa com a Sprint, a operadora norte-americana atualmente controlada pela japonesa Softbank.

A iniciativa irá sacudir o mercado de mídia e telecomunicações norte-americano, já afetado por uma série de ofertas de operadoras de TV a cabo e celular para aquisição de rivais com o objetivo de reduzir custos em meio à desaceleração do crescimento.

A Iliad, que movimentou o mercado móvel e de banda larga francês na última década com seus planos de baixo custo, realizou uma oferta de 15 bilhões de dólares em dinheiro por 56,6 por cento da T-Mobile, a um preço de 33 dólares por ação, disse em comunicado na quinta-feira.

A empresa com sede em Paris disse que sua oferta pela quarta maior operadora de celular dos Estados Unidos avalia a T-Mobile em 36,20 dólares por ação, um prêmio de 42 por cento em relação ao preço do papel antes do anúncio, uma vez contabilizadas esperadas economias de 10 bilhões de dólares.

É menos que os aproximadamente 40 dólares por ação que a Sprint concordou em pagar sob os termos de um acordo trabalhado com a Deutsche Telekom, maior acionista da T-Mobile.

Os termos dessa proposta, que se seguiram a meses de conversas noticiadas pela Reuters no início de junho, avaliariam a T-Mobile em aproximadamente 32 bilhões de dólares.

Deutsche Telekom e Sprint não comentaram a informação. Um porta-voz da Softbank em Tóquio também não comentou.

Apesar da oferta da Iliad ser menor, três pessoas próximas à companhia francesa disseram que o fundador Xavier Niel acredita ter chances porque sua oferta não enfrentaria escrutínio das autoridades antitruste, o que afetará a Sprint em caso de fusão das terceira e quarta maiores operadoras de celular dos EUA.

(Por Leila Abboud e Soyoung Kim)