Funcionários chineses da Nokia protestam contra demissões da Microsoft

sexta-feira, 1 de agosto de 2014 12:48 BRT
 

PEQUIM, 1 Ago (Reuters) - Centenas de funcionários chineses da Nokia, da Microsoft, protestaram nesta sexta-feira contra as demissões em massa que a empresa de tecnologia norte-americana anunciou no mês passado, de acordo com um empregado presente e fotos publicadas em redes sociais.

Manifestantes seguravam cartazes e gritavam slogans contra "a tomada hostil e as demissões violentas da Microsoft" por cinco horas até que "ficaram com a garganta doendo", disse o funcionário que participou do protesto mas se recusou a ser identificado.

Os manifestantes irão se reunir nesta sexta-feira à tarde para discutir demandas que poderão apresentar à companhia, disse o funcionário.

A Microsoft anunciou em 17 de julho o maior corte de empregos em sua história de 39 anos, reduzindo 18 mil vagas. A Microsoft disse que mais de 12,5 mil desses empregos viriam da Nokia, a fabricante de aparelhos finlandesa comprada pela norte-americana em abril por 7,2 bilhões de dólares.

Os protestos ocorreram no centro de pesquisa de Pequim, que emprega 2,4 mil pessoas, de acordo com comunicado dos organizadores, e são as mais novas manifestações a afetar a gigante dos softwares na China.

(Por Gerry Shih, Paul Carsten)