Fabricantes de câmeras para smartphones veem próxima oportunidade em carros

sexta-feira, 8 de agosto de 2014 16:22 BRT
 

Por Hyunjoo Jin

YOGIN Coreia do Sul (Reuters) - As fabricantes sul-coreanas de câmeras para celulares inteligentes estão explorando o mercado emergente e ainda mais exigente em termos tecnológicos de câmeras para veículos, a fim de compensar o impacto da desaceleração do crescimento nas vendas globais de celulares.

Carros topo de linha podem ter até oito câmeras para ajudar a estacionar ou para acionar os freios de emergência. Esse número pode chegar a doze quando as câmeras substituirem os espelhos laterais, de acordo com a Mcnex, fornecedora de câmeras para os smarthsphones da Samsung Electronics e maior fabricante de câmeras para automóveis da Coreia do Sul.

À medida que a tecnologia chegue aos automóveis mais populares, o mercado de câmeras de veículos poderia crescer sete vezes de 2011 até 2018, para cerca de 6,6 bilhões de dólares, disse Techno Systems Research.

Para atingir esse montante, contudo, será necessário o aparo regulatório, como a exigência a partir de 2018 de uso de câmeras traseiras nos Estados Unidos para impedir que os motoristas atropelem os pedestres quando em marcha ré.

"Esperamos que câmeras para veículos experimentem um mercado de crescimento explosivo", disse à Reuters o principal engenheiro de pesquisa da fabricante coreana de autopeças Hyundai Mobis, Lee Hyo-Cheol.

Mas as câmeras para carros têm que ser muito mais robustas do que as fabricadas para telefones. Elas devem resistir a testes que incluem imersão em água por dias e mil horas de mudanças constantes de temperatura, entre 40 graus negativos e 85 graus Celsius.

"As câmeras para veículos são completamente diferentes das de celulares em termos de especificações ", disse Lee.

(Reportagem adicional de Sophie Knight em Tóquio)