18 de Agosto de 2014 / às 20:48 / 3 anos atrás

Empresa de torres de telefonia T4U fará oferta primária e secundária de ações

SÃO PAULO (Reuters) - A T4U Holding Brasil, empresa que aluga antenas de telefonia móvel para as principais operadoras de telecomunicações do país, pediu à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) registro para realizar uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

A operação, que inclui a venda de ações novas (primária) e de detidas por atuais investidores da companhia (secundária), terá o BofA Merill Lynch como coordenador líder, junto com Itaú BBA, Citi e UBS.

A D. Dots Investments B.V. veículo de investimento com sede na Holanda, que tem como sócios F.T.T. Investments B.V., da empresa israelense Fishman Holdings, o investidor individual Ofer Weiss e o fundador e presidente da T4U Hogai Porat, é o acionista vendedor na oferta secundária. Porat detém 12 por cento do capital da empresa.

As ações da companhia devem ser listadas no Novo Mercado, segmento da BM&FBovespa com regras mais rigorosas de governança corporativa.

A T4U, sigla para Tower For You, se apresenta como a quinta maior proprietária, operadora e desenvolvedora de 'sites' de telecomunicação móvel no Brasil. No fim de junho, a empresa tinha 458 antenas em operação.

Sua receita líquida no primeiro semestre foi de 36,15 milhões de reais, alta de 10 por cento ante igual etapa de 2013.

Segundo informações do prospecto preliminar da oferta, os recursos levantados com a oferta primária serão aplicado em bens de capital, construção, modernização e reforço de antenas, em aquisições de novas antenas e de empresas.

Segundo o documento, em 2013 as operadoras Claro, TIM, Vivo, Oi, Nextel e Embratel respondiam por cerca de 95 por cento das receitas da companhia.

Este pode ser o primeiro IPO do mercado brasileiro em 2014. A última empresa a estrear na Bovespa foi a operadora de turismo CVC, em dezembro passado.

Os planos da T4U chegam num momento de grande efervescência no setor, desde que as grandes operadoras do país passaram a vender as próprias torres de telefonia para empresas especializadas, com o objetivo de levantar recursos.

Por entender que a estrutura de antenas deixou de ser um diferencial competitivo, as operadoras passaram a compartilhar as estruturas de antenas de telecomunicação, chamadas no setor de estação rádio-base.

Há cerca de 68 mil desses equipamentos instalados no país, segundo dados da Telebrasil, associação das operadoras de telecomunicações. E esse número tende a crescer à medida que se expande a cobertura do serviço de 4G. Só em 2013 foram instaladas 8,5 mil antenas de 4G, segundo a entidade.

A T4U tem entre as principais concorrentes a TorreSur, do grupo norte-americano de private equity Providence Equity Partners, e a BR Towers. Há dois meses, a GP Investments vendeu a BR Towers por 2,18 bilhões de reais para a American Tower.

Por Aluísio Alves; Edição de Luciana Bruno

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below