Imprevisto com tela de iPhone 6 gera tumulto na cadeia de suprimentos

sexta-feira, 22 de agosto de 2014 10:25 BRT
 

Por Reiji Murai

TÓQUIO (Reuters) - Fornecedores da Apple estão se esforçando para obter um número suficiente de telas para o novo iPhone 6, já que a necessidade de redesenhar um componente chave para o aparelho interrompeu a produção dos painéis antes do lançamento previsto para o mês que vem, disseram fontes da cadeia de suprimentos.

Não está claro se a parada pode atrasar o lançamento ou limitar o número de telefones inicialmente disponíveis para os consumidores, disseram as fontes. A Apple está preparando iPhones com telas maiores para a temporada de compras de fim de ano, em meio à perda de participação de mercado para rivais que vendem produtos mais baratos.

Mas a questão evidencia os riscos e desafios que os fornecedores enfrentam para atender às especificações duras da Apple, e vem na esteira de um outro problema de tecnologias nas telas, já resolvido, de torná-las mais finas para o maior modelo do iPhone 6.

A Apple agendou um evento para 9 de setembro e muitos esperam que a empresa revele o novo iPhone 6 com telas de 4,7 e 5,5 polegadas --maiores que as telas de 4 polegadas do iPhone 5s e 5c.

Duas fontes da cadeia de suprimentos disseram que a produção do painel de exibição sofreu um revés depois que a luz de fundo que ajuda a iluminar a tela teve que ser revista, colocando a montagem da tela em espera por parte de junho e julho.

Uma fonte disse que a Apple, com o objetivo te obter o telefone mais fino possível, inicialmente queria manter uma única camada de filme de luz de fundo, em vez do padrão de duas camadas, para a tela de 4,7 polegadas, que entrou em produção em massa antes da versão de 5,5 polegadas.

Mas a nova configuração não foi brilhante o suficiente e a luz de fundo foi enviada de volta à prancheta de desenho para incluir a camada extra, o que custou um tempo precioso e desacelerou temporariamente algumas operações de montagem de tela, disse a fonte.

A produção está agora de volta aos trilhos e fornecedores estão trabalhando bastante para compensar o tempo perdido, disseram as fontes da cadeia de suprimentos.   Continuação...

 
Logo da Apple fotografado em uma nova loja da Apple em Tóquio. 26/06/2014. REUTERS/Yuya Shino