Eventual negociação da TIM envolveria valores não tradicionais de mercado, diz CEO

quarta-feira, 10 de setembro de 2014 13:29 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - Discussões sobre uma eventual negociação da TIM Participações envolveriam valores não tradicionais de mercado, disse nesta quarta-feira o presidente da operadora de telecomunicações, Rodrigo Abreu.

"Se existir qualquer proposta (...) você tem de fazer uma análise, baseada na expectativa de que a companhia tem uma importância estratégica tão grande, um potencial de crescimento tão grande e é um ativo de tamanha importância que jamais existiria qualquer tipo de discussão por um valor tradicional de mercado", disse o executivo a jornalistas.

Falando durante evento do setor de telecomunicações, Abreu disse que nem a companhia nem a Telecom Italia foram procuradas pelo BTG Pactual sobre eventual proposta de compra.

Na terça-feira, profissionais do mercado citaram notícia da agência Bloomberg sobre a Telecom Italia ter avaliado sua fatia na TIM em pelo menos 13 bilhões de euros, valor bem superior ao que o mercado especulava.

A Telecom Italia controla 67 por cento da TIM Participações, que tem valor atual de mercado de cerca de 11 bilhões de euros.

A operadora Oi anunciou no fim de agosto ter contratado o BTG Pactual para viabilizar uma proposta de compra da TIM. Segundo fonte próxima ao tema, a empresa buscava o apoio de outras operadoras para a proposta.

Na véspera, o presidente da Claro, Carlos Zenteno, disse que a controladora mexicana América Móvil foi sondada pelo BTG para participar de possível proposta pela TIM.

(Por Leonardo Goy; texto de Aluísio Alves, edição de Marcela Ayres)

 
Discussões sobre uma eventual negociação da TIM Participações envolveriam valores não tradicionais de mercado, disse o presidente da operadora de telecomunicações, Rodrigo Abreu. 20/08/2014 REUTERS/Pilar Olivares