Principal executivo da Oracle deixa o cargo e copresidentes assumem

quinta-feira, 18 de setembro de 2014 19:50 BRT
 

Por Bill Rigby

SAN FRANCISCO (Reuters) - O presidente-executivo de longa data da Oracle, Larry Ellison, deixou o cargo nesta quinta-feira, e será substituído pelos copresidentes Safra Catz e Mark Hurd, enquanto a companhia de softwares corporativos busca se modernizar e se defender do movimento rápido de concorrentes em computação em nuvem.

Ellison, um dos cofundadores da empresa que se tornou Oracle em 1977, será presidente do Conselho de Administração e diretor de tecnologia.

Sob o novo arranjo, todos as funções manufatureiras, financeiras e legais da Oracle irão se reportar a Catz, enquanto unidades de vendas e serviços se reportarão a Hurd. Engenharia de software e hardware continuarão a se reportar a Ellison.

As ações da Oracle caíram 2,4 por cento para 40,55 dólares no after-market depois que divulgou lucro abaixo da média de estimativas de analistas, afetada por vendas de hardware fracas.

Durante a maior parte do mandato de Ellison, a Oracle lutou contra grandes rivais como IBM e SAP, mas o executivo disse este ano que companhias emergentes em computação em nuvem como Amazon.com e Salesforce.com eram uma ameaça mais imediata.

Elison deve trabalhar em tempo integral, disse a Oracle em comunicado. Ele deixou o cargo inspirado em seu amigo Bill Gates, da Microsoft, que deixou o cargo de presidente do Conselho da gigante de software no início do ano, mas permanece como membro do Conselho e consultor do novo presidente-executivo Satya Nadella.

(Por Bill Rigby)

((Tradução Redação Rio de Janeiro, 55 21 2223-7132))

REUTERS JS LB