SAP compra desenvolvedora de softwares de despesa Concur por US$7,3 bi

sexta-feira, 19 de setembro de 2014 09:26 BRT
 

FRANKFURT, 19 Set (Reuters) - A alemã SAP acertou a aquisição da desenvolvedora norte-americana de softwares Concur por 7,3 bilhões de dólares em caixa, fortalecendo sua posição em computação em nuvem mas levando suas ações a cair quase 3 por cento por preocupações sobre o preço.

A SAP tem sido lenta em abraçar a computação em nuvem, que permite que negócios cortem custos ao descartar grandes servidores para sistemas baseados em rede, mas o negócio com a Concur anunciado no final da quinta-feira acelera seu crescimento na nuvem ao mesmo tempo que protege sua posição em administração de despesas e viagens.

A companhia alemã de softwares empresarias disse que vai oferecer 129 dólares por ação pela Concur, um prêmio de 20 por cento sobre o preço de fechamento em 17 de setembro e pouco abaixo da máxima recorde de 130,36 dólares alcançada pelo papel em janeiro, após dois anos de avanços.

"Parece caro. Porém, acreditamos que a Concur é líder em seu mercado e as potenciais sinergias serão um acréscimo valioso", disseram analistas da Bernstein em nota.

A SAP, que compete em computação em nuvem com rivais globais incluindo a Oracle, IBM e Salesforce, vai financiar a aquisição da Concur através de um acordo de linha de crédito de até 7 bilhões de euros (9 bilhões de dólares).

Com a aquisição da Concur, a SAP ampliará seus usuários de nuvem para 50 milhões, ante 38 milhões.

O papel da SAP recuava 3,6 por cento, às 8h25 (horário de Brasília), uma das quedas mais fortes dentre o índice europeu de tecnologia que caía nesta sexta-feira, em meio ao mercado mais amplo sustentado por alívio pela Escócia ter votado por continuar parte do Reino Unido.

(Por Harro Ten Wolde)

 
A alemã SAP acertou a aquisição da desenvolvedora norte-americana de softwares Concur por 7,3 bilhões de dólares em caixa, fortalecendo sua posição em computação em nuvem mas levando suas ações a cair quase 3 por cento por preocupações sobre o preço.  06/03/2012 REUTERS/Fabian Bimmer