Twitter prevê receitas menores no quarto trimestre; ações têm queda

segunda-feira, 27 de outubro de 2014 19:52 BRST
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Twitter teve queda de 7 por cento em um indicador-chave para medir o engajamento de seus usuários no terceiro trimestre, o que provocou queda de mais de 9 por cento de suas ações nesta segunda-feira.

Alguns investidores levantaram temores de queda do uso do Twitter, enquanto outros serviços de mensagens móveis se tornam mais populares. Nesta segunda-feira, o serviço de mensageria online também projetou que suas receitas do quarto trimestre podem não alcançar as expectativas de Wall Street.

A empresa informou que seus usuários ativos mensais subiram 23 por cento, a 284 milhões, dentro das expectativas de uma importante métrica acompanhada por investidores, para os quais o crescimento do Twitter pode ter atingido um pico. Isso se seguiu ao crescimento de 24 por cento no segundo trimestre.

Mas as visualizações de página por usuário, que medem o engajamento, caíram 7 por cento globalmente, para 636. As visualizações caíram 6 por cento nos Estados Unidos, para 774. O total de visualizações de página foi de 181 bilhões, levemente abaixo das expectativas dos analistas.

A rede social disse que sua receita mais do que dobrou, para 361 milhões de dólares no trimestre, superando a previsão média de 351,4 milhões de dólares. Em contrapartida, projetou vendas de 440 milhões a 450 milhões de dólares no quarto trimestre, ante expectativa de cerca de 448,8 milhões de dólares.

A ação do Twitter caiu 9,1 por cento, a 44,17 dólares, no after market, após bater 48,56 dólares na Bolsa de Nova York.

(Por Edwin Chan)