STMicro diz que cortará custos para alcançar meta de margem operacional

quarta-feira, 29 de outubro de 2014 09:16 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - A STMicroelectronics disse que manterá meta de alcançar uma margem operacional de 10 por cento até a metade do ano que vem, embora tenha acrescentado que atingir a meta será um pouco mais desafiador.

"Sem dúvida essa é nossa margem-alvo ... mas será um pouco mais desafiador", disse o presidente-executivo da ST, Carlo Bozotti, a jornalistas e analistas em uma teleconferência nesta quarta-feira.

A maior companhia de semicondutores da Europa disse que cortará despesas operacionais para entre 550 milhões e 600 milhões de dólares por trimestre, ante uma meta anterior de 600 milhões a 650 milhões de dólares.

A companhia anunciou também nesta quarta-feira que teve um lucro líquido acima do esperado, mas alertou que as margens e a receita vão cair no último trimestre, citando um mercado enfraquecido.

A margem bruta da STMicro no terceiro trimestre ficou em 34,3 por cento, levemente abaixo dos 34,4 por cento que havia colocado como meta para o período.

A receita líquida para o trimestre caiu para 1,89 bilhão de dólares ante 2,01 bilhões no ano passado, refletindo medidas atuais de reestruturação. A receita do último trimestre ficou abaixo da estimativa média de 1,93 bilhão de dólares de analistas, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.