Samsung busca recuperação na China com primeiros smartphones metálicos

sexta-feira, 31 de outubro de 2014 11:32 BRST
 

SEUL (Reuters) - A Samsung lançou dois aparelhos de médio custo com design de luxo, à medida que se prepara para dar uma resposta às suas rivais chinesas com preços baixos e retomar seu título de maior marca no maior mercado de smartphones do mundo.

Os problemas de smartphones da Samsung começaram no fim do ano passado e persistiram de julho a setembro, com sua participação no mercado global caindo no ano pelo terceiro trimestre seguido, e o lucro recuando a uma mínima de três anos.

As dificuldades são mais pronunciadas na China, o maior mercado de smartphones do mundo, onde a Samsung perdeu o trono de maior fabricante de smartphones para a desafiante local Xiaomi no segundo trimestre. O fato de que os produtos de baixo custo da Samsung são caros demais e não distintos o suficiente em comparação àqueles oferecidos pela Xiaomi e a Lenovo não ajuda a empresa sul-coreana, segundo analistas.

Os modelos Galaxy A3 e A5 são vistos por analistas como o primeiro revide da Samsung. Sendo lançados inicialmente em novembro na China, eles serão os primeiros dispositivos da Samsung a ter carcaças completamente metálicas e serão os smartphones mais finos da companhia até agora. Em tamanho, o A3 e o A5 são comparáveis ao modelo premium Galaxy S5, embora tenham resolução menor de tela.

"Acredito que melhorar as especificações de produtos de preço médio é algo que a Samsung precisava fazer para dar uma resposta às rivais chinesas", disse o gestor Kim Hyun-su, da IBK Asset Management, em Seul.

A Samsung classificou os novos aparelhos como de preço médio, e disse que serão lançados em outros "mercados selecionados", sem revelar os preços.

(Por Sohee Kim)

 
. REUTERS/Dado Ruvic (BOSNIA AND HERZEGOVINA  - Tags: BUSINESS SCIENCE TECHNOLOGY BUSINESS LOGO)