Presidente da TIM nega existência de acordo para venda da operadora a rivais

quarta-feira, 5 de novembro de 2014 11:09 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente da TIM Participações disse nesta quarta-feira que não existe nenhum tipo de negociação ou acordo sobre a venda da operadora, em reunião com analistas sobre os resultados do terceiro trimestre.

"Não existe nenhum tipo de conversa, negociação, acordo e nada, o que existe é especulação", afirmou Abreu.

Sobre reportagens afirmando que as operadoras Oi, Vivo e Claro teriam fechado oferta de compra da TIM, Abreu declarou que vê com "preocupação" a veiculação desse tipo de informação, uma vez que não se baseia em "nenhum fato".

"É um cenário onde existe qualquer hipótese sobre reconfiguração estratégica, e obviamente estamos atentos a essas possibilidades", declarou. "Queremos ser protagonistas nesse processo (...) A atenção principal está focada no nosso plano de longo prazo."

O executivo disse também que a área financeira da operadora está analisando a possibilidade de pagar à vista o espectro adquirido em setembro no leilão da frequência de 700 Mhz do 4G.

"A análise do pagamento da licença está sendo feita do ponto de vista financeiro. O Guglielmo Noya (diretor financeiro) está analisando as opções de pagamento. Existe incentivo para pagamento à vista e está sendo considerado, uma decisão deve ser tomada em breve", completou.

(Por Luciana Bruno; Edição de Marcela Ayres)

 
Fachada de uma loja da companhia telefônica Tim, no centro do Rio de Janeiro.  20/08/2014. REUTERS/Pilar Olivares