Telefónica busca levantar até US$875 mi com venda de fatia na China Unicom

segunda-feira, 10 de novembro de 2014 08:57 BRST
 

HONG KONG (Reuters) - A gigante espanhola de telecomunicações Telefónica está buscando levantar de 859 milhões a 875 milhões de dólares com a venda de participação na China Unicom (Hong Kong), de acordo com um termo de compromisso visto pela Reuters nesta segunda-feira.

A Telefónica está oferecendo 597,8 milhões de ações da China Unicom por 11,14 a 11,34 dólares de Hong Kong cada, 1,2 por cento a 3 por cento abaixo do preço dos papéis na última sessão em que foram negociados, segundo o termo de compromisso.

Não ficou claro porque a Telefónica, que tentado reduzir dívida, planeja reduzir sua participação no grupo chinês. O endividamento da empresa espanhola subiu em 1 bilhão de euros (1,25 bilhão de dólares) no segundo trimestre, para 43,8 bilhões de euros.

A Telefónica está impedida de vender ações adicionais pelos próximos 90 dias, mostrou o termo de compromisso.

Em junho de 2012, a Telefónica vendeu metade de sua participação na China Unicom para levantar 1,4 bilhão de dólares. A Telefónica detinha cerca de 1,19 bilhão de ações da China Unicom, ou uma participação de cerca de 4,98 por cento, antes da venda divulgada nesta segunda-feira, de acordo com dados da Thomson Reuters.

Representantes da Telefónica não comentaram o assunto.

O Bank of America é o único agente de colocação, segundo o termo de compromisso.