15 de Dezembro de 2014 / às 13:07 / em 3 anos

Sony exige que veículos parem de publicar documentos vazados, segundo notícias

Logotipo da Sony em loja de eletrônicos em Tóquio. 14/05/2014 REUTERS/Toru Hanai

LOS ANGELES (Reuters) - A Sony Pictures Entertainment disse a algumas empresas de notícias no domingo para pararem de publicar informações contidas em documentos roubados por hackers que atacaram a rede de computadores do estúdio no mês passado, disseram três grupos de mídia.

O The New York Times, o The Hollywood Reporter e a Variety publicaram matérias noticiando que cada um recebeu uma carta de David Boies, advogado da Sony, exigindo que as publicações parem de divulgar informações contidas nos documentos e os destruam imediatamente.

O estúdio “não consente com sua posse, análise, cópia, disseminação, publicação, carregamento, download ou qualquer uso” da informação, disse Boies na carta, segundo a reportagem do New York Times.

Um porta-voz da Sony não quis comentar sobre as notícias. Representantes da Variety e do The Hollywood Reporter não puderam ser contatados imediamente via email.

A porta-voz do New York Times Eileen Murphy disse: “Quaisquer decisões sobre o uso ou como usar qualquer parte das informações levará em conta tanto o peso das notícias quanto as perguntas sobre como as informações surgiram e quem as acessou”.

Um porta-voz para Boies confirmou que ele enviou uma carta a certos veículos de imprensa em nome da Sony, mas não quis discutir os detalhes.

Por Lisa Richwine

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below