Google pode ser multado em 15 mi euros por violação de privacidade na Holanda

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 17:53 BRST
 

AMSTERDÃ (Reuters) - O Google pode ser multado em mais de 15 milhões de euros (18,6 milhões de dólares) se não interromper a violação de privacidade de usuários de Internet na Holanda, disse a agência de proteção de dados holandesa nesta segunda-feira.

A companhia norte-americana está violando o ato de proteção de dados do país ao usar informação privada dos usuários, como o histórico de navegador e dados de localização, para apresentar anúncios personalizados, disse o regulador.

A agência deu ao Google até o fim de fevereiro para mudar a forma como lida com os dados coletados de usuários da Web. A gestão dos dados de usuários sob sua nova política de privacidade, introduzida em 2012, também está sob investigação em cinco outros países europeus -- França, Alemanha, Grã-Bretanha, Itália e Espanha.

"Isto tem ocorrido desde 2012 e esperamos que nossa paciência não seja mais testada", disse Jacob Kohnstamm, presidente do órgão regulador holandês.

O Google combina dados de ferramentas de pesquisas, emails, histórico de sites de terceiros ou "cookies", dados de localização e navegação de vídeo para personalizar seus anúncios.

"Essa combinação ocorre sem o Google informar adequadamente os usuários com antecedência e sem pedir permissão. Isso é uma violação à lei", disse a agência.

O regulador pediu que a companhia interrompa as violações ou enfrente multas de até 15 milhões de euros. A agência disse que o Google precisa começar a informar os usuários de suas ações e buscar consentimento.

Um porta-voz do Google não estava imediatamente disponível para comentários.