Chefes de estúdio da Sony buscam tranquilizar funcionários após ataque de hackers

terça-feira, 16 de dezembro de 2014 11:00 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - Executivos do estúdio de filmes em Hollywood da Sony buscaram tranquilizar funcionários na segunda-feira de que o estúdio vai se recuperar de um grande ataque eletrônico que expôs e-mails internos e dados sensíveis de funcionários.

O presidente-executivo e presidente do conselho da Sony Pictures Entertainment, Michael Lynton, e a co-presidente do conselho, Amy Pascal, falaram com funcionários em duas reuniões separadas em um estúdio de som da companhia em Culver City, na Califórnia, segundo um funcionário que presenciou uma das sessões.

Lynton disse a funcionários que eles não devem se preocupar com o futuro do estúdio, segundo uma porta-voz da Sony. Ele também elogiou os funcionários pelo trabalho para manter as produções caminhando após os ataques, disse a porta-voz. Tanto Lynton quanto Pascal recebram aplausos, disse o funcionário em uma das reuniões.

Hackers não identificados atacaram a rede de computadores da Sony no mês passado e disponibilizaram documentos internos que alegam terem sido roubados da companhia.

Revelações a partir dos documentos causaram distúrbios no estúdio, unidade da japonesa Sony, e jogaram luz sobre discussões internas importantes para o futuro da companhia. Por exemplo, os documentos incluem salários de funcionários e informações financeiras, planos de marketing e contratos com parceiros empresariais.

A Reuters não pôde verificar a autenticidade dos documentos.

(Por Dana Feldman)

 
REUTERS/Yuya Shino (JAPAN - Tags: BUSINESS LOGO)