Coreia do Sul não descarta envolvimento do Norte em ataque hacker a operadora nuclear

terça-feira, 23 de dezembro de 2014 08:08 BRST
 

Por Meeyoung Cho

SEUL (Reuters) - A Coreia do Sul não descarta o envolvimento da Coreia do Norte no ataque cibernético contra a operadora de reatores nuclears do país, e pediu a ajuda dos Estados Unidos para investigar o incidente, disse nesta terça-feira uma autoridade envolvida no caso.

A Korea Hydro and Nuclear Power (KHNP), que gere os 23 reatores de energia nuclear da Coreia do Sul, disse na segunda-feira que seu sistema de computação foi alvo de ataque hacker, mas que apenas dados não críticos foram roubados. As operações não foram postas em risco, segundo a operadora.

A autoridades do departamento de investigação da procuradoria de Seul disse que o ataque hacker tinha algumas semelhanças com ciberataques anteriores que tiveram o envolvimento da Coreia do Norte.

"Não podemos descartar nem confirmar o envolvimento da Coreia do Norte agora, devido à similaridade de códigos padrões malignos, e sua verificação vai demorar algum tempo", disse.

Os ataques de hackers têm provocado preocupação na Coreia do Sul, que permanece tecnicamente em guerra com o Norte. O incidente ocorreu após os Estados Unidos terem acusado Pyongyang por um ataque cibernético devastador contra a Sony Pictures, ao qual prometeram responder.