Qualcomm promove tecnologia de lâmpadas conectadas à Internet

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015 20:06 BRST
 

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - A Qualcomm revelou nesta segunda-feira projetos fáceis de usar para ajudar fabricantes a conectar lâmpadas LED à Internet.

Lâmpadas "inteligentes" e outros dispositivos desde termostatos a fechaduras de portas equipados com chips e sensores podem ser controlados remotamente ou programados para ligar e desligar em diferentes momentos ou quando pessoas saem ou entram em suas casas.

A Qualcomm, produtora de chips para celulares inteligentes, e rivais como a Intel estão correndo para conseguir fatias de mercado do setor que atravessa rápido crescimento.

Trabalhando com a empresa iniciante LIFX, a Qualcomm anunciou a oferta de plataformas fáceis de serem implementadas para lâmpadas LED bem como projetos completos que cobrem a parte da transmissão de dados sem fio e a própria lâmpada em si.

Esses projetos de referência são largamente usados por fabricantes de chips da China para encorajar companhias a produzir smartphones baratos que utilizem seus componentes.

As vendas de aparelhos para automação residencial vão mais que dobrar este ano para 230 milhões de unidades, segundo a empresa de pesquisa de mercado Gartner.

A Philips e outras companhias lançaram lâmpadas inteligentes que usam um padrão de comunicação sem fio de baixo consumo de energia chamado Zigbee, que precisa de um hub conectado à Internet.

Preços elevados têm contido a expansão das lâmpadas conectadas à Internet, com conjuntos da Philips sendo vendidos por cerca de 200 dólares.

O projeto de iluminação da Qualcomm envolve conexão por meio de roteadores Wifi mais comumente usados em casas e empresas.

(Por Noel Randewich)