China Telecom planeja fazer oferta para construir rede de banda larga no México

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015 19:08 BRST
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A China Telecom, terceira maior operadora da China, prepara oferta para construir e administrar uma nova rede de banda larga móvel no México e busca parceiros locais para formar um consórcio, disseram três pessoas com conhecimento do assunto.

A empresa já garantiu diversos bilhões de dólares de financiamento dos bancos estatais chineses, incluindo o China Development Bank, para o projeto, que o México estima que irá custar 10 bilhões de dólares em 10 anos, disse uma das fontes.

A proposta de rede é parte de uma ampla reforma desenhada para reduzir o poder do bilionário Carlos Slim no mercado de telecomunicações mexicano, mas o envolvimento chinês pode ser controverso e levar a preocupações dos Estados Unidos, disseram autoridades mexicanas.

O governo do México tenta reduzir sua dependência econômica dos EUA e ampliar os investimentos chineses. Um consórcio liderado por uma companhia chinesa pode vencer o contrato de 3,75 bilhões de dólares para construir um sistema de trens de alta velocidade, disseram fontes com conhecimento do projeto. Isso deve ocorrer mesmo após uma vitória do grupo ter sido revogada no fim do ano passado diante de escândalos políticos.

Representantes da China Telecom não retornaram pedidos de comentários, e representantes do China Development Bank não foram encontrados para comentar. Um porta-voz do Ministério de Transportes e Comunicações do México recusou-sea comentar.

(Por Christine Murray)