Japonesa Sharp faz alerta de lucro em meio ao aumento da concorrência

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 10:46 BRST
 

TÓQUIO (Reuters) - A japonesa Sharp advertiu nesta segunda-feira que provavelmente não atingirá sua meta de lucro deste ano, conforme uma crescente guerra de preços em displays e TVs com rivais mais baratas da Ásia corrói as margens de lucro da fabricante de eletrônicos de consumo.

As ações da Sharp caíram quase 9 por cento para mínimas de dois anos após a fabricante de telas para iPhones, da Apple, ter dito que não espera mais alcançar uma previsão anterior de lucro líquido de 30 bilhões de ienes (255 milhões de dólares) nos 12 meses encerrados em março.

A advertência acabou com as esperanças dos investidores de que as vendas crescentes para fabricantes de smartphones chinesas como a Xiaomi poderiam fornecer um novo trampolim para a Sharp, que emerge de anos de reestruturação.

A Sharp e empresas japonesas de tecnologia como a Sony perderam bilhões de dólares nos últimos anos, com concorrentes com o caixa cheio como a sul-coreana Samsung Electronics e a chinesa Huawei ganhando clientes.

A Sharp, somente, acumulou perdas combinadas de cerca de 8 bilhões de dólares ao longo de dois anos até abril de 2013, antes de cortes de custos e medidas de reestruturação terem ajudado a empresa a obter um resultado positivo em seu último ano fiscal.

Em um comunicado nesta segunda-feira, a Sharp disse que a rápida queda do iene ante outras moedas também prejudicou os ganhos registrados em bens de consumo que a empresa fabrica no exterior, mas importa de volta ao Japão para serem vendidos em ienes.

(Por Reiji Murai e Edwina Gibbs)