Facebook diz que problema interno provocou interrupção do serviço

terça-feira, 27 de janeiro de 2015 09:46 BRST
 

Por Eric Auchard

FRANKFURT (Reuters) - O Facebook, maior site de mídia social do mundo, e seu serviço de compartilhamento de fotos Instagram sofreram interrupções ao redor do mundo por até uma hora na madrugada desta terça-feira, e a empresa disse mais tarde que o problema foi provocado por um erro em um software interno.

A falha no Facebook aparentemente se espalhou pela Internet e reduziu a velocidade ou bloqueou o tráfego para outros grandes sites, de acordo com relatos de usuários da web e de dispositivos móveis em diversos pontos do globo.

Um grupo hacker ligado a ataques recentes de grande escala chegou a dizer que era responsável pelo incidente, mas o Facebook negou em um comunicado que o problema tenha sido provocado por um agente externo.

"Não foi resultado de um ataque de terceiros, mas, em vez disso, ocorreu após termos introduzido uma mudança que afetou nossos sistemas de configuração", disse o Facebook em comunicado. "Ambos os serviços estão 100 por cento de volta pata todos."

Usuários nos Estados Unidos e em muitos países da Ásia e da Europa relataram estar sem acesso aos sites do Facebook e do Instagram e a seus correspondentes aplicativos para celular a partir de 4h da manhã (horário de Brasília). Os serviços foram restaurados após uma hora de interrupção, segundo usuários.

Durante a falha, usuários do Facebook recebiam a mensagem: "Desculpa, alguma coisa deu errado. Estamos trabalhando e vamos consertar assim que pudermos."

Uma conta no Twitter que supostamente representa o grupo hacker Lizard Squad publicou mensagens sugerindo que estava por trás de um ataque que bloqueou vários sites da Internet, incluindo Facebook e Instagram.

O Lizard Squad é um grupo de hackers desconhecidos que reivindicou crédito por ataques recentes de grande escala, inclusive as ações que derrubaram a PlayStation Network, a Sony, e o Xbox Live, da Microsoft, no mês passado.

 
Pessoas posam usando celulares em frente ao logo do Facebook para foto de ilustração. 29/10/2014 REUTERS/Dado Ruvic