Receita trimestral da Lenovo salta 31% e fica acima das projeções

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015 15:30 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - O Lenovo Group, que lidera a fabricação de PCs no mundo, disse nesta terça-feira que sua receita no terceiro trimestre subiu 31 por cento, para 14,1 bilhões de dólares, acima das expectativas de investidores, enquanto as vendas de sua divisão móvel mais do que dobraram após a compra da Motorola.

A Lenovo pagou 2,91 bilhões de dólares pela Motorola, marca de celulares norte-americana com um longo histórico de vendas nos Estados Unidos e na Europa, como parte de um esforço para diversificar-se do declinante mercado de computadores pessoais.

Os resultados da Lenovo levaram em conta dois meses do desempenho da Motorola - a aquisição foi concluída em 31 de outubro - e a companhia disse que a Motorola vendeu mais de 10 milhões de dispositivos durante o trimestre pela primeira vez.

O presidente-executivo, Yang Yuanqing, disse à Reuters que a aquisição irá separar a Lenovo dos concorrentes chineses Xiaomi e Huawei Technologies, enquanto a competição se intensifica entre eles pelo título de terceiro fabricante mundial de smartphones atrás da Samsung Electronics e Apple.

As vendas totais da divisão móvel dispararam 109 por cento para 3,39 bilhões de dólares, ou um trimestre de vendas da companhia.

A Lenovo disse que o lucro líquido foi de 253 milhões de dólares, abaixo dos 265 milhões um ano antes devido a despesas maiores associadas à conclusão de duas grandes aquisições. A empresa também comprou a unidade de servidores low-end da IBM por 2,1 bilhões de dólares.

Os resultados superaram as expectativas de 13,71 bilhões de dólares em receita e 200 milhões de dólares em lucro líquido, de acordo com analistas consultados pela Thomson Reuters SmartEstimates.

(Por Gerry Shih)