UPS alerta sobre dificuldade de prever volume no varejo online; opta por sobretaxa

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015 19:08 BRST
 

(Reuters) - A United Parcel Service, maior companhia de entrega de encomendas do mundo, divulgou nesta terça-feira um resultado decepcionante para o período de fim de ano e alertou que os hábitos de compras online nos Estados Unidos são difíceis de se prever, o que afeta seu lucro.

"Prever comércio eletrônico é difícil para nossos clientes e para nós", disse o vice-presidente financeiro da UPS, Kurt Kuehn, à Reuters depois que a companhia divulgou que o lucro do quarto trimestre caiu 2 por cento sobre um ano antes, para 1,15 bilhão de dólares.

A UPS planeja adequar suas operações em uma base diária para reagir a previsões de curto prazo e reduzir custos, disse Kuehn.

A companhia também vai começar a aplicar sobretaxas para entrega de pacotes em residências. A UPS afirmou que custa três vezes mais entregar encomendas em residências do que para empresas, que podem receber mais pacotes em uma única parada.

O resultado fraco da UPS no fim do ano passado segue-se a um desempenho desastroso para o mesmo período em 2013, quando uma alta tardia nas encomendas online pegou a UPS e a principal rival FedEx desprevenidas. Segundo a produtora de software de acompanhamento de encomendas ShipMatrix, cerca de 1,3 milhão de pacotes deixaram de ser entregues pela UPS na véspera de Natal e mais de 600 mil pela FedEx.

(Por Nick Carey)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447753)) REUTERS AAJ LB