Premiê chinês diz que apoiará expansão internacional de empresas de Internet

quinta-feira, 5 de março de 2015 19:25 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China vai apoiar o desenvolvimento do comércio eletrônico e orientar a expansão internacional de empresas de Internet chinesas, disse o primeiro-ministro Li Keqiang nesta quinta-feira, em um apoio a empresas como Alibaba e JD.com.

Falando na abertura do encontro parlamentar anual chinês em Pequim, Li revelou a estratégia "Internet Plus" chinesa, que inclui promover a computação em nuvem, o acesso online a bancos, Internet móvel, juntamente à logística para ajudar na expansão do e-commerce.

Ele também enfatizou a necessidade de mais investimentos do Estado no setor de Internet.

"Além do fundo governamental de 40 bilhões de iuanes (6,4 milhões de dólares) já em vigor para investimento em indústrias emergentes da China, mais fundos precisam ser levantados para promover o desenvolvimento empresarial e a inovação", disse Li.

O apoio da Li beneficiaria Alibaba, a maior empresa de e-commerce do mundo, que já está investindo em computação em nuvem e finanças pela Internet. Sua maior rival, a JD.com, com sede em Pequim, viu suas transações mais do que triplicarem em seu mercado online.

Outras empresas que podem se beneficiar são a empresa de redes sociais e entretenimento Tencent e a empresa de pesquisa on-line Baidu. Ambas realizam operações financeiras pela Internet e estão se expandindo internacionalmente.

(Por Gerry Shih)