Com expectativa de lançamento do Apple Watch todos os olhares se voltam à Cook

segunda-feira, 9 de março de 2015 11:17 BRT
 

SÃO FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - O presidente-executivo da Apple, Tim Cook, deve anunciar nesta segunda-feira os detalhes do primeiro produto desenvolvido sob sua liderança, um relógio que a Apple espera que transforme o mercado de tecnologia vestível.

A companhia ofereceu uma prévia do "Apple Watch" em setembro, em um evento que exibiu o produto para fashionistas, e até mesmo comprou um anúncio de 12 páginas na revista Vogue, mas fãs e céticos estão ansiosos por mais detalhes.

Com uma face retangular de cerca de 38 milímetros no menor dos dois tamanhos, o relógio se conecta sem fios a um iPhone, mede batimento cardíaco, e pode tocar no pulso dos donos para alertar sobre uma nova mensagem ou um compromisso. O preço vai começar em 349 dólares.

A Apple tem dito que o relógio será lançado em abril e a especulação é abundante sobre quais capacidades do aparelho, de aplicações de saúde a navegação e entretenimento, serão incluídas. Fãs da Apple têm esperado há cinco anos por um novo tipo de produto, o que eleva as expectativas.

É um ponto em aberto se a Apple ou qualquer outra empresa conseguirá criar um novo mercado para relógios. Os primeiros relógios baseados no software Android Wear, do Google, foram lançados no ano passado.

Cerca de 4,6 milhões de relógios inteligentes foram vendidos em 2014, segundo a empresa de pesquisa Strategy Analytics. Analistas estimam que a Apple pode vender qualquer número entre 10 milhões a 32 milhões de Apple Watches em 2015. Em comparação, a Apple vendeu 15 milhões de iPads em 2010.