Chinesa TCL pretende construir fábricas no Brasil e na Índia em 2016

segunda-feira, 16 de março de 2015 11:19 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A chinesa TCL, uma das maiores fabricantes de celulares e televisores do mundo, pretende construir fábricas na Índia e no Brasil no próximo ano com o objetivo de superar as altas tarifas de importação nesses mercados.

"Esperamos concluir a construção da fábrica no próximo ano e ter uma melhor base para o crescimento no futuro nestes dois mercados emergentes", disse o presidente-executivo da TCL, Li Dongsheng, em entrevista à Reuters na semana passa. Ele se recusou a dizer quanto as fábricas custarão.

A receita da TCL aumentou 18,4 por cento, para 16,44 bilhões de dólares, no ano passado, impulsionada por um avanço de 60,3 por cento das vendas da TCL Communication Technology Holdings, fabricante de celulares do grupo.

A TCL Communication, que vende smartphones e dispositivos de computação vestível sob as marcas TLC OneTouch e Alcatel OneTouch, foi classificada no ano passado como a sétima maior fabricante de celulares do mundo, de acordo com a consultoria de tecnologia Gartner.

Apesar da concorrência "intensa", a TCL Communications prevê crescimento de 30 por cento da receita este ano, disse Li.