Quase 40% dos donos de iPhone estão interessados em Apple Watch, diz pesquisa

quarta-feira, 18 de março de 2015 18:31 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - Cerca de 40 por cento dos adultos proprietários do iPhone, da Apple, nos Estados Unidos estão interessados ​​em comprar o novo Apple Watch, de acordo com uma nova pesquisa da Reuters/Ipsos.

O relógio inteligente, cujo preço varia de 350 a 17 mil dólares para um modelo de ouro 18 quilates, é o primeiro importante novo produto da Apple em cinco anos e a demanda do consumidor pelo dispositivo está sendo observada de perto por concorrentes e investidores.

Os donos de iPhone são um mercado particularmente importante para a Apple com o lançamento do novo relógio, que chega às lojas em 24 de abril. Isso porque o acessório precisa de um iPhone para funcionar plenamente, e analistas dizem que os prováveis compradores iniciais já devem ter um smartphone da Apple nos bolsos.

O analista do BTIG Walter Piecyk disse que com mais de 100 milhões de usuários do iPhone ativos nos EUA e perto de meio bilhão globalmente, a pesquisa foi "muito encorajadora" para um produto que não foi visto nas lojas, mesmo que não esteja claro o quanto desse interesse se traduzirá em compras.

O analista da Pacific Crest Securities Andrew Hargreaves disse que não estava claro quantas pessoas queriam ou precisavam do smartwatch. Mas ele espera que o marketing da Apple entregue fortes vendas iniciais do aparelho.

"Ganhar clientes da Apple é mais realista neste momento", disse Hargreaves.

O relógio permite aos usuários verificar emails, ouvir música e fazer chamadas telefônicas.

O Ipsos entrevistou 2.469 norte-americanos a partir de 18 anos pela Internet entre 9 e 17 de março e descobriu que 24 por cento expressaram interesse em comprar o relógio, incluindo 17 por cento que se disseram estar "muito interessados". A pesquisa tem margem de erro de quatro pontos percentuais.