Netshoes recebe aporte de US$45 mi de IFC e Riverwood Capital

terça-feira, 24 de março de 2015 10:23 BRT
 

Por Luciana Bruno

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Netshoes, maior empresa de comércio eletrônico de artigos esportivos do mundo, recebeu aporte de 45 milhões de dólares do International Finance Corporation (IFC), instituição do Banco Mundial, e do fundo norte-americano Riverwood Capital, informou a empresa à Reuters nesta terça-feira.

O aporte é a segunda e última fase da rodada de investimentos iniciada em maio do ano passado, liderada pelo fundo soberano de Cingapura GIC, que levantou 170 milhões de dólares.

Segundo Leonardo Dib, diretor financeiro da Netshoes, tanto o IFC como o Riverwood Capital terão assento no Conselho de Administração da companhia. O presidente-executivo da Netshoes, Marcio Kumruian, mantém-se à frente da empresa com total autonomia, acrescentou Dib.

"Em um momento de muito questionamento sobre a (situação econômica) do Brasil, continuamos mostrando os fundamentos sólidos do grupo, o que atrai fundos importantes como esses", disse Dib.

Os investimentos devem ser aplicados no plano de desenvolvimento da empresa, que inclui novos projetos como a loja online de moda Zattini -- lançada no ano passado -- e no reforço das operações em Argentina e México.

Em 2014, a Netshoes teve receita líquida de 1,2 bilhão de reais, aumento de 20 por cento na comparação com 2013. Pela primeira vez em sua história, iniciada em 2000, houve caixa operacional positivo na operação brasileira.

De acordo com Dib, a empresa não tem planos no momento de abrir capital em bolsa, uma vez que o grupo está capitalizado. "Pode ser uma possibilidade no futuro", declarou, sem dar mais detalhes.

Apesar da instabilidade econômica do primeiro trimestre, o crescimento de vendas continua forte, de acordo com Dib. "O Brasil passa por momento difícil na economia, mas enxergamos oportunidade para o grupo. Vamos crescer forte no ano, temos os ativos para isso e estamos capitalizados, (olhando até mesmo) possíveis aquisições", declarou.

Os fundos que já possuíam participação na Netshoes incluem o norte-americano Tiger Global Management (aporte feito em 2009), o uruguaio Kaszek Ventures (2012), o norte-americano Iconiq Ventures (2012) e o Temasek Holdings (2012), de Cingapura.