Facebook defende grandes apostas em tecnologia e realidade virtual

sexta-feira, 27 de março de 2015 12:38 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - Realidade virtual, inteligência artificial e drones vão permitir que o Facebook crie uma rede social mais útil e mais viva, disse a companhia em sua explicação mais clara até agora sobre projetos de tecnologia que têm deixado alguns investidores e analistas confusos.

Executivos do Facebook defenderam na quinta-feira, na conferência anual de desenvolvedores da companhia em San Francisco, que iniciativas como a aquisição da fabricante do aparelho de realidade virtual Oculus por 2 bilhões de dólares no ano passado, e a contratação de especialistas do setor aeroespacial fazem sentido para a rede social com 1,4 bilhões de membros.

Enquanto aparelhos de realidade virtual como o Oculus Rift sugerirem videogames e entretenimento, os dispositivos podem transformar como as pessoas se comunicam no Facebook, disseram eles.

Eventos como uma festa de aniversário ou o primeiro passeio de bicicleta de uma criança poderiam ser compartilhados no Facebook para que usuários em diferentes partes do mundo se sentissem como se tivessem participado.

O Facebook disse que o aparelho Oculus será lançado "em breve", mas não revelou um cronograma.

"Após milhares de demonstrações sabemos que estamos no limiar, chegando lá onde temos aquela sensação de presença em que por um momento sua mente consciente é suplantada pelo subconsciente que diz 'você não está onde acredita estar'", disse o vice-presidente de tecnologia do Facebook, Mike Schroepfer, durante seu discurso na conferência.

O Facebook disse também que recentemente conduziu o primeiro voo de teste de um protótipo de drone movido a energia solar. A companhia está desenvolvendo drones que voarão a uma altitude de até 90 mil pés para fornecer conectividade à Internet para partes remotas do mundo.

(Por Alexei Oreskovic)