Reguladores da UE investigam planos da Apple para música online, diz jornal

quinta-feira, 2 de abril de 2015 09:06 BRT
 

(Reuters) - A Comissão Europeia está analisando os acordos da Apple com gravadoras e companhias de música digital para descobrir se estão tentando limitar de formal desleal rivais gratuitas e sustentadas por anúncios, informou o Financial Times citando pessoas familiarizadas com o assunto.

A Comissão buscou detalhes com diversas gravadores e companhias de transmissão online de música sobre os acordos com a Apple, enquanto a fabricante do iPhone se prepara para lançar seu próprio serviço de música por streaming este ano, de acordo com a reportagem.

O órgão da UE está preocupado que a Apple use seu tamanho, influência e relacionamentos para fazer com que gravadoras abandonem rivais como o Spotify, que depende de licenciamentos com companhias de músicas para seus catálogos, segundo o FT.

A coleta de informações é apenas o primeiro passo na direção do inquérito, mas, se a Comissão Europeia -principal autoridade antitruste da UE- descobrir qualquer malfeito, pode exigir mudanças nas práticas de negócios e impor multas pesadas, segundo o jornal.

Representantes da Apple e da Comissão Europeia não puderam ser encontrados de imediato.

No ano passado, a Apple foi multada em 450 milhões de dólares por alegações de conspirar com cinco editoras para elevar os preços de e-books.

(Por Ankush Sharma, em Bangalore)

 
Logo da Apple visto em loja em Nova York.  22/04/2014   REUTERS/Brendan McDermid