China denuncia negativa do Google para certificados de segurança

quinta-feira, 2 de abril de 2015 13:27 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Uma autoridade da China disse nesta quinta-feira ser inaceitável a decisão do Google de não mais reconhecer seu certificado de segurança, uma medida que pode impedir que usuários do browser Chrome acessem sites aprovados pela autoridade.

O Google afirmou que não vai mais reconhecer certificados da China Internet Network Information Center (CNNIC), após uma investigação da companhia e do órgão sobre uma potencial falha de segurança no mês passado.

Isso significa que usuários do Chrome poderão receber uma mensagem de alerta quando tentarem visitar sites certificados pela CNNIC. Não ficou imediatamente claro quantos sites são certificados pelo órgão.

A CNNIC, que tem papel central na administração da Internet na China e alocação e certificação de endereços IP e nomes de domínio, pediu ao Google para considerar os direitos e interesses dos usuários.

"A decisão do Google é inaceitável e ininteligível", disse a agência em comunicado em seu site.

Na semana passada, os certificados da CNNIC, usados para assegurar que a conexão entre um internauta e um site é segura, ficaram sob foco, após o Google publicar uma mensagem oficial afirmando que a agência chinesa permitiu que a MCS Holdings, baseada no Egito, emitisse certificados não autorizados para vários domínios da companhia norte-americana.