Turquia retira proibição de acesso ao YouTube

terça-feira, 7 de abril de 2015 09:13 BRT
 

ISTAMBUL (Reuters) - A Turquia suspendeu a proibição ao YouTube que se seguiu a uma ordem judicial ordenando o serviço de compartilhamento de vídeos a remover as imagens de militantes da extrema esquerda apontando uma arma para um procurador.

O YouTube e o microblog Twiter estiveram inacessíveis da Turquia por algumas horas na segunda-feira.

O procurador visto nas imagens, Mehmet Selim Kiraz, foi morto em um tiroteio entre os sequestradores e a polícia na semana passada.

Um porta-voz do presidente Tayyip Erdogan disse na segunda-feira que um procurador pediu a suspensão porque algumas organizações da mídia agiram "como se estivessem espalhando propagandas terroristas" ao divulgar as imagens do sequestro.

O Facebook disse que restringiu o acesso a alguns conteúdos como instruído e um porta-voz da companhia disse que iria apelar da ordem judicial.

(Por David Dolan)