Fundo de hedge pressiona para Qualcomm separar unidade de chips

segunda-feira, 13 de abril de 2015 12:54 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O fundo de hedge Jana Partners disse nesta segunda-feira que o negócio de chips da Qualcomm está "essencialmente sem valor" e pressionou a companhia a separar a unidade dos negócios da companhia de licenciamento de patentes para "restaurar a confiança dos investidores".

A Jana também quer que a Qualcomm corte custos, acelere uma recompra de ações, melhore a transparência e renove seu Conselho de Administração, disse a empresa com sede em Nova York em uma carta trimestral a investidores.

A carta, da qual a Reuters viu alguns trechos, disse que a Jana está engajada em um "diálogo construtivo" com a Qualcomm sobre os passos que a companhia pode tomar para reverter um longo período de desempenho ruim das ações.

"Acreditamos que o Conselho e a administração reconhecem a necessidade de endereçar esse desempenho ruim histórico e melhorar a percepção do investidor sobre a companhia", disse a Jana.

O sócio da Jana, Barry Rosenstein, disse que a gestora iria colaborar com a Qualcomm para impulsionar o preço de suas ações.

A Jana, que tem investimentos totalizando 11 bilhões de dólares, disse que detinha cerca de 4,4 milhões de ações da Qualcomm após investir cerca de 2 bilhões de dólares na companhia.

A Reuters não conseguiu entrar em contato com a Qualcomm para comentários.