Sprint lança plano de telefonia celular pré-pago de ligações para Cuba

quinta-feira, 16 de abril de 2015 20:02 BRT
 

MIAMI (Reuters) - A Boost Mobile, parte da Sprint Corp, lançou nesta quinta-feira um plano de celular pré-pago para consumidores nos Estados Unidos ligarem e mandarem mensagens de texto para Cuba, na esteira da distensão política entre os dos países.

A nova política para Cuba da administração do presidente Barack Obama abriu as portas para empresas de telecomunicações sediadas nos EUA iniciem serviços potencialmente lucrativos para Cuba.

No mês passado, a empresa sediada nos EUA IDT chegou a um acordo com a Empresa de Telecomunicações de Cuba (Etecsa) para prestar serviço direto internacional de longa distância. A Boost Mobile oferece serviços pré-pagos sem necessidade de assinatura.

A empresa anunciou um plano mensal de 50 dólares, permitindo que os clientes paguem cerca de 30 centavos por minuto. O plano inclui mensagens de texto ilimitadas.

Depois que os EUA impuseram um embargo econômico contra Cuba na década de 1960, a comunicação telefônica entre os dois países passou a ser feita através de terceiros países, o que aumentava muito os custos.

Cerca de 2 milhões cubanos-americanos vivem nos EUA, principalmente na Flórida, sendo que muitos deixaram para trás parentes na ilha caribenha. Por isso o serviço está sendo lançado em Miami, coração da comunidade cubana nos EUA.

De uma população de 11 milhões de habitantes, apenas 2 milhões de pessoas em Cuba possuem telefone celular. Autoridades cubanas citam o embargo norte-americano como razão pelo desenvolvimento fraco e esperam chegar a uma taxa de acesso de 60 por cento até 2020.

Os EUA definiram a conectividade como prioridade em sua nova relação com Cuba. Equipamentos de telecomunicações, tecnologia e serviços estão entre os primeiros itens excluídos do embargo após Washington e Havana terem retomado relações diplomáticas.

(Reportagem de David Adams e Francisco Alvarado)