Enquanto YouTube comemora 10 anos, Facebook surge como ameaça em vídeo

quinta-feira, 23 de abril de 2015 15:41 BRT
 

(Reuters) - Dez anos atrás o primeiro videoclipe -- "Me at the Zoo", ou "Eu no Zoológico" -- foi carregado no YouTube e o serviço, hoje controlado pelo Google, domina o compartilhamento de vídeos online desde então.

Mas por quanto tempo?

O Facebook anunciou nesta quarta-feira que seus usuários assistem 4 bilhões de vídeos por dia, ante 3 bilhões em janeiro e apenas 1 bilhão em setembro.

Isso foi o suficiente para que ao menos nove corretoras elevassem seus preços-alvos para a ação do Facebook nesta quinta-feira, apesar do crescimento da receita trimestral mais lento da companhia em dois anos.

Quase todos os analistas viram os anúncios em vídeo como uma das áreas mais promissoras do Facebook para expansão da receita.

"A Internet está passando por algo como um ponto de inflexão em termos de demanda por anúncios em vídeo e dispositivos móveis, e o FB pode muito bem ser o maior beneficiário dessa inflexão", disse o analista da RBC Capital Markets Mark Mahaney.

Ele elevou seu preço-alvo para a ação do Facebook em 17 dólares, para 105, ante 88 dólares.

O Google não revela números de audiência ou de receita para o YouTube, embora a companhia tenha dito em janeiro de 2012 que o site tinha alcançado 4 bilhões de visualizações diárias.

Isso foi quase sete anos depois que o co-fundador do YouTube, Jawed Karim, publicou o vídeo de sua visita ao zoológico no site recém-nascido.   Continuação...

 
18/06/2014. REUTERS/Dado Ruvic