Google tem alta de 12% na receita do 1º tri, a US$17,3 bi

quinta-feira, 23 de abril de 2015 17:36 BRT
 

(Reuters) - O Google teve alta de 12 por cento na receita trimestral, ajudado por salto de 13 por cento no número de anúncios, ou cliques pagos. O dado, porém, ficou abaixo das expectativas de Wall Street.

Embora o total de cliques pagos tenha crescido, o preço médio de anúncios, ou custo por clique, caiu 7 por cento no primeiro trimestre.

A receita de anúncios do Google tem sido pressionada à medida que mais consumidores acessam seus serviços online em dispositivos portáteis, como smartphones e tablets, nos quais os preços dos anúncios são mais baixos, em geral.

As vendas de publicidade no primeiro trimestre subiram 11 por cento, para 15,51 bilhões de dólares.

A empresa, sob crescente concorrência de anúncios móveis oferecidos por rivais como Facebook, mudou o sistema buscas em dispositivos portáteis para favorecer sites desenvolvidos para terem melhor aparência em telas de smartphones.

No início do mês, a União Europeia acusou o Google de abusar de sua posição dominante nas pesquisas na Internet para favorecer seus próprios produtos.

A receita consolidada aumentou para 17,26 bilhões de dólares, ante 15,42 bilhões dólares um ano antes.

O lucro líquido do Google subiu a 3,59 bilhões de dólares, ou 5,20 dólares por ação, ante 3,450 bilhões, ou 5,04 dólares por papel um ano antes. Excluindo itens não recorrentes, o Google lucrou 6,57 dólar por ação.

Analistas, em média, esperavam que a empresa lucrasse 6,60 dólares por ação e tivesse receita de 17,5 bilhões de dólares, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.