Apple pretende vender mais de 20 mi relógios em 2015

sexta-feira, 24 de abril de 2015 11:28 BRT
 

TAIPÉ, Taiwan (Reuters) - A Apple pretende vender ao menos 20 milhões de relógios inteligentes este ano, volume bem acima das previsões de analistas, de acordo com fontes da cadeia de fornecimento.

As estimativas para o Apple Watch, o primeiro aparelho "vestível" da Apple cujas vendas foram iniciadas nesta sexta-feira, variam bastante, uma vez que é um produto de consumo relativamente novo e o mercado, inexplorado.

Mas enquanto as vendas de relógios inteligentes devem ficar bem abaixo das registradas pelo iPhone, o próprio plano de produção da Apple indica que a companhia está otimista sobre seu potencial, disseram fontes em empresas que fabricam componentes para o relógio.

Empresas da cadeia de suprimentos estimam que a Apple deve embarcar 2 milhões de relógios por mês no trimestre atual, disse uma das fontes. Outra fonte disse que a Apple planeja embarcar 26 milhões de relógios este ano.

A Apple recusou-se a comentar seu plano de produção.

A companhia normalmente trabalha com três ou mais fornecedores de componentes eletrônicos para assegurar uma oferta estável se houver um pico de demanda, afirmaram fontes da cadeia de suprimentos da empresa norte-americana.

Um desses fornecedores recebeu encomenda para equipar 15,65 milhões de relógios entre janeiro e agosto, disse uma das fontes.

Antes do primeiro trimestre, havia previsões no mercado que alcançavam as 36 milhões de unidades em 2015, disse uma das fontes.

"Mas aí, quando a produção começou a acelerar no primeiro trimestre e os problemas foram aparecendo, a estimativa foi cortada", disse a fonte. Desde então a produção do relógio tem corrido relativamente bem, acrescentou.