Chinesa Tencent lança sistema operacional para dispositivos conectados à Internet

terça-feira, 28 de abril de 2015 18:40 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A chinesa Tencent Holdings lançou nesta terça-feira um sistema operacional aberto voltado a aparelhos conectados na Internet como televisores e relógios, entrando em competição mais intensa com rivais domésticos Alibaba e Xiaomi no mercado de dispositivos "inteligentes".

O Tencent Operating System (TOS+) permite que fabricantes de hardware e desenvolvedores de software usem a plataforma livremente se concordarem com compartilhamento de receita. O modelo espelha o adotado pelo Google no desenvolvimento do Android.

A Tencent detém a maior rede social da China e a maior companhia de entretenimento online do país. O sucesso de seu sistema operacional vai depender do controle das telas de seus usuários. O aplicativo de mensagens instantâneas WeChat, da Tencent, é o mais usado na China e também é popular para compras online, jogos e outros serviços móveis como chamada de táxis.

"Queremos injetar mais conteúdo em sistemas de hardware inteligente e temos conectividade em diferentes terminais", disse Zhong Xiangping, diretor do TOS+, durante uma conferência em Pequim.

A Tencent, a Alibaba, que desenvolve o sistema operacional Yun e a fabricante de celulares Xiaomi já fizeram incursões em aparelhos conectados à Internet, como televisores e purificadores de ar.

Os sistemas dessas empresas são uma alternativa aos serviços do Google, os quais muitos não podem ser usados na China por causa de vários fatores incluindo censura e licenciamento.

A também chinesa Baidu, maior site de buscas da China, também está desenvolvendo um sistema operacional baseado no Android e baseado em dispositivos "vestíveis" como relógios, o DuWear. O sistema é compatível com aparelhos da Sony, Lenovo, Motorola e LG.