Alemanha envia grande quantidade de dados telefônicos e mensagens de texto aos EUA, diz jornal

terça-feira, 12 de maio de 2015 10:51 BRT
 

BERLIM (Reuters) - A agência de inteligência alemã BND envia grande quantidade de dados de telefones e mensagens de texto para a Agência de Segurança Nacional norte-americana (NSA) todo mês, relatou o jornal Die Zeit Online, destacando a dimensão da cooperação na espionagem que gerou um impasse político na Alemanha.

Críticos acusaram a equipe da chanceler Angela Merkel de concordarem em deixar a BND ajudar a NSA a espionar firmas e autoridades europeias. Também dizem que autoridades mentiram sobre os projetos de um "acordo de não espionagem" entre EUA e Alemanha antes da eleição de 2013.

Pesquisas indicam que o escândalo está começando a prejudicar a popularidade de Merkel, cujo gabinete é responsável por cuidar da inteligência.

Citando documentos confidenciais, o Die Zeit Online relatou nesta terça-feira que cerca de 220 milhões de peças de metadados, em torno de 1,3 bilhão de peças por mês, vão para a NSA.

Os dados incluem materiais de ligações telefônicas e mensagens de texto que mostram os detalhes dos contatos e tempo de atividade, mas não possuem conteúdo. Em particular, enviam materiais brutos sobre comunicação estrangeira em regiões de crise, informou o Zeit Online.

Uma porta-voz da BND se negou a comentar sobre a reportagem. A agência interrompeu sua vigilância na Internet para a NSA, disseram fontes da inteligência alemã na semana passada.

(Reportagem de Madeline Chambers)