TIM vê chance de recuperação de vendas de smartphones no 2o semestre, diz presidente

quarta-feira, 13 de maio de 2015 13:42 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As vendas de celulares inteligentes podem ter uma recuperação no segundo semestre deste ano à medida que se observe uma retomada da economia brasileira, afirmou nesta quarta-feira o presidente-executivo da TIM, Rodrigo Abreu, comentando que a venda de serviços de dados da operadora praticamente não foi afetada pelo baixo nível de atividade econômica do país.

De acordo com o executivo, o serviço de dados é visto pelos consumidores como um ativo essencial para o dia a dia, e, por isso, foi pouco afetado neste começo de 2015.

"Isso de fato é esperado diante de um ambiente macro mais difícil, mas impacta mais a venda de aparelhos do que de serviços", declarou o presidente da TIM, em entrevista a jornalistas em evento do setor no Rio de Janeiro.

A expectativa do executivo é que se a economia reagir a partir do segundo semestre haverá uma recuperação das vendas de smartphones. "A venda de aparelhos é tão sensível a essa variação da economia como qualquer outro bem de consumo", afirmou.

No primeiro trimestre, houve uma queda de 20 por cento nas vendas unitárias de smartphones pela TIM, de acordo com dados divulgados pela companhia. De acordo com o executivo da TIM, atualmente, cerca de 90 por cento dos celulares vendidos no Brasil já são modelos "smart" e "dentro de pouquíssimo tempo os únicos aparelhos que vão ser vendidos serão os smartphones, independente do cenário macroeconômico", disse Abreu.

Sobre a consolidação no setor de telecomunicações no Brasil, Abreu afirmou apenas que "a única coisa boa é que os rumores diminuíram e a gente pode se focar nos negócios".

(Por Rodrigo Viga Gaier)

 
Mulher fala ao celular perto de uma funcionária numa loja da Tim no Rio de Janeiro. 20/08/2014 REUTERS/Pilar Olivares