Redes 4G representam apenas 2,4% das conexões móveis na AL, diz estudo

quarta-feira, 13 de maio de 2015 15:03 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As redes de telefonia móvel de quarta geração (4G) representam apenas 2,4 por cento das 683 milhões de conexões móveis da América Latina no primeiro trimestre deste ano, abaixo da média mundial de 8,4 por cento, de acordo com estudo da consultoria GSMA.

A migração para o 4G tem uma série de barreiras como custo do serviço, dificuldades na implantação da infraestrutura e um ambiente macroeconômico desafiador, segundo Amadeu Castro, diretor da GSMA Brasil.

A expectativa da GSMA é que em 2020 as redes 4G sejam responsáveis por 28 por cento das conexões móveis da América Latina e estima que as redes 3G representem 51 por cento das conexões.

(Por Rodrigo Viga Gaier; Edição de Luciana Bruno)