China busca cortar preços e aumentar velocidade da Internet

quinta-feira, 14 de maio de 2015 11:16 BRT
 

XANGAI (Reuters) - A China vai acelerar o desenvolvimento de suas redes de banda larga de alta velocidade para aumentar a velocidade da Internet e cortar os preços, problemas antigos num país onde muitas pessoas ainda não têm acesso à web.

As empresas de telecomunicações devem tomar ações rápidas para reduzir preços e aumentar a velocidade de banda larga urbana em cerca de 40 por cento, segundo comunicado emitido no final da quarta-feira pelo Conselho de Estado da China.

O comunicado não disse quanto investimento será necessário, mas autoridades já haviam reservado cerca de 2 trilhões de iuanes (322 bilhões de dólares) para melhorar a infraestrutura de banda larga da China até 2020.

A taxa de penetração da Internet no país alcançou apenas 47,9 por cento no ano passado, com a conectividade especialmente baixa em cidades menores e áreas rurais. Isso se compara a cerca de três quartos da população nos Estados Unidos.

O comunicado do gabinete acrescentou que a China olhará a abertura do mercado de telecomunicações e vai encorajar concorrência maior, incluindo através da expansão de um esquema piloto para serviços de banda larga neste ano.

(Por Adam Jourdan)