Venda de PCs no Brasil cai 20% no 1º trimestre, diz IDC

quinta-feira, 14 de maio de 2015 15:26 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A venda de computadores pessoais no Brasil caiu 20 por cento entre janeiro e março na comparação com o mesmo período do ano passado, para 1,964 milhão de unidades, segundo estudo divulgado nesta quinta-feira pela empresa de pesquisa de mercado IDC.

Do total de PCs comercializados no primeiro trimestre, 804 mil foram desktops (queda de 21 por cento ano contra ano) e 1,160 milhão foram notebooks (queda de 19 por cento). Além disso, 32 por cento representam vendas para o mercado corporativo e 68 por cento para o consumidor final.

A IDC disse que esperava volume maior de vendas no período. "Esse começo de ano foi muito turbulento e isso impactou diversos setores da economia", afirma Pedro Hagge, analista de pesquisas da IDC Brasil. Segundo ele, a confiança da indústria e do consumidor foi prejudicada e há cautela em relação a investimentos.  

Além disso, houve reajuste de cerca de 15 a 20 por cento nos preços dos computadores, o que afetou ainda mais nas vendas.

"O mau desempenho do quarto trimestre do ano passado e a opção por outros dispositivos, como smartphones, também influenciaram o resultado de vendas de PCs no primeiro trimestre desse ano", completou.

O estudo mostrou ainda que o valor médio dos aparelhos comercializados no período foi de 2,32 mil reais para notebooks e de 1,7 mil reais para desktops.

Em 2014, o mercado de PCs caiu 26 por cento na comparação com o ano anterior, com vendas de 10,3 milhões de computadores.

(Por Luciana Bruno)