Facebook "pisa" nas leis europeias de privacidade, diz regulador belga

sexta-feira, 15 de maio de 2015 09:18 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - O Facebook pisa nas leis de privacidade europeias ao rastrear pessoas online sem seu consentimento e ignorar questionamentos de reguladores nacionais, disse o órgão regulador da privacidade belga nesta sexta-feira.

A Comissão de Proteção à Privacidade da Bélgica, que está trabalhando com Alemanha, Holanda, França e Espanha, fez o ataque após tentar descobrir mais sobre as práticas da gigante de tecnologia norte-americana.

O órgão pediu que usuários da Internet instalassem softwares de privacidade para se proteger dos sistemas de rastreamento do Facebook, mesmo se não tivessem uma conta na rede social.

A demonstração de força do regulador belga, que não tem o poder de impor multas, demonstra uma crescente vontade do bloco de 28 membros de garantir que a companhia norte-americana obedeça as leis europeias.

"O Facebook pisa nas leis de privacidade europeias e belgas", disse a comissão em comunicado nesta sexta-feira, após analisar mudanças feitas em janeiro pela companhia em suas políticas de privacidade.

A comissão disse que o Facebook se recusou a reconhecer a Bélgica e outras jurisdições nacionais da União Europeia, insistindo ser apenas alvo da legislação irlandesa, local dos escritórios da empresa na Europa.

(Por Julia Fioretti)

 
Logo do Facebook. 13/05/2015 REUTERS/Dado Ruvic