China diz estar "gravemente preocupada" com caso de espionagem econômica nos EUA

quarta-feira, 20 de maio de 2015 08:57 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China está "gravemente preocupada" com o caso em que seis cidadãos chineses foram acusados pelos Estados Unidos de espionagem econômica, informou o governo chinês nesta quarta-feira.

O porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China Hong Lei fez a declaração em entrevista coletiva de rotina, acrescentando que o país vai trabalhar para proteger os direitos e interesses de seus cidadãos.

O governo dos EUA acusou na terça-feira seis cidadãos chineses de espionagem econômica, afirmando que eles roubaram segredos de duas empresas que desenvolvem tecnologia utilizada em sistemas militares, de acordo com o Departamento de Justiça norte-americano.

(Reportagem de Sui-Lee Wee)

 
Porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China Hong Lei, em Pequim.  07/06/2015       REUTERS/David Gray