Muito regulamentada, França é terreno fértil para compartilhamento de veículos

quinta-feira, 28 de maio de 2015 15:06 BRT
 

PARIS (Reuters) - Uma empresa francesa que ajuda donos de veículos a alugá-los comprou uma rival alemã, no sinal mais recente de que a França está se tornando referência para o setor de compartilhamento de automóveis, mesmo com a notória burocracia do país.

Fundada em 2010, a Drivy já comprou duas rivais domésticas. Nesta quinta-feira, a empresa anunciou a compra da Autonetzer, tornando-se uma líder do setor na Europa, com 38 mil donos de veículos registrados na França e na Alemanha.

A BlablaCar, também francesa, lidera a conexão de motoristas de carros particulares a viajantes com o mesmo destino. A indústria francesa de transportes é altamente regulamentada.

O número de motoristas de táxi regulamentados é limitado e quem quer entrar no mercado precisa comprar permissão de colegas que se aposentam, por preços que podem chegar a centenas de milhares de euros.

O BlablaCar e o Drivy cresceram no país onde regulamentações de viagens de ônibus, afrouxadas apenas neste ano e que têm o objetivo de proteger a indústria ferroviária, efetivamente barram operadores de ônibus de transportar passageiros em rotas de longa distância.

(Por Andrew Callus)