Aplicativos móveis transformam traders de sofá em estrelas profissionais

sexta-feira, 29 de maio de 2015 12:31 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Quando Noa Strijbos escolhe um ativo financeiro para negociar em seu smartphone enquanto leva seu cachorro passear, quase 26 mil pessoas prestam muita atenção.

A holandesa de 30 anos está entre as traders mais bem avaliadas no eToro.com, um dos vários aplicativos móveis e websites que permitem que investidores copiem as negociações mais bem-sucedidas no mercado em vez de pensarem em suas próprias estratégias.

Cerca de 25.900 pessoas seguem o perfil de Noa no eToro, que tem um total de 4,5 milhões de membros, sendo que cerca de 5 mil se registraram para se tornarem "copiadores" dela - essencialmente criando um enorme clube de investimento - encaminhando fundos diretamente na esperança de lucrar automaticamente com as operações dela.

Como qualquer investimento, este fenômeno tem seus riscos e as estrelas dos aplicativos também podem levar as pessoas a perdas, independente de quão bom sejam seus históricos.

Ainda assim, a história de Noa mostra como a disseminação de smartphones revolucionou a negociação para quem acredita mais na sabedoria de seus pares do que na de gestores de fundos que cobram taxas pesadas. Essa tendência também deve abrir decisões de investimento ao público, em vez de mantê-las escondidas.

"Cada transação que faço é online", disse Noa, que embolsou lucros de quase 600 por cento no ano passado. "A Internet me ajudou a me transformar de uma observadora amadora em uma operadora profissional em poucos anos."