DirecTV monitora investigação de afiliada em escândalo da Fifa

segunda-feira, 1 de junho de 2015 19:52 BRT
 

(Reuters) - A empresa de TV via satélite DirecTV disse que está monitorando a investigação do Departamento de Justiça dos EUA sobre corrupção no futebol mundial para decidir quais ações serão necessárias em relação a uma afiliada que está no centro de alegações de corrupção.

Os promotores públicos dos EUA acusaram a Torneos y Competencias, na qual a DirecTV tem uma fatia, de participar de esquemas para assegurar os direitos de televisionar jogos de futebol com propina.

Embora tenha destacado que tem uma participação minoritária e não o controle da gestão da Torneos, a DirectTV disse em comunicado: "Nós esperamos que todos os negócios em que temos participação cumpram com as leis e regulamentos estabelecidos. Estamos acompanhando de perto essa questão para determinar quais, se houver, ações serão apropriadas".

    A acusação no caso contra Alejandro Burzaco, diretor da

Torneos y Competencias, disse que a empresa argentina formou uma joint venture chamada Datisa com outras duas empresas para em pagar subornos de 110 milhões de dólares para autoridades do futebol por direitos televisivos de jogos da Copa América.

    O Departamento de Justiça alega que os subornos pagos pela Datisa foram canalizados através de uma conta bancária na Suíça de uma filial da Torneos.

(Por Tom Bergin em Londres; reportagem adicional de Richard Lough em Buenos Aires)